segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Rogério Marinho foi ver viabilidade de privatizar a transposição

 


O Governo Bolsonaro acredita que o projeto de Transposição das águas do Rio São Francisco, com entrega à iniciativa privada da operação dos reservatórios, estações de bombeamento e 477 quilômetros de canais em Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte, beneficiando 12 milhões de pessoas, é inevitável.

A viagem do ministro Rogério Marinho aos estados do Oeste dos Estados Unidos, semana passada, foi, justamente, para conhecer a experiência norte-americana nesta área, a partir da transposição das águas do rio Colorado.

Além da privatização do Projeto São Francisco o governo pretende estudar o uso das margens dos Canais Leste e Norte do Projeto para a instalação de parques de geração de energia fotovoltaica, com potência total de 1,95 GW (gigawatts).

TN

Nenhum comentário:

Postar um comentário