domingo, 30 de junho de 2019

Saúde protesta nesta quarta (03) contra Fátima Bezerra

Os servidores da Saúde do Rio Grande do Norte paralisam suas atividades nesta quarta-feira, 3 de julho, e realizam um ato público às 9h, em frente à Governadoria. A atividade foi aprovada em assembleia da categoria no dia 14 de junho e reivindica o pagamento dos salários atrasados, reajuste salarial de 16,38% para todos e é contra a retirada da insalubridade da aposentadoria e o desmonte do SUS, aplicados pelo governo de Fátima Bezerra (PT).
Em 2018, o Governo do Rio Grande do Norte decretou estado de calamidade na saúde pública duas vezes seguidas e a situação continuou alarmante. Os hospitais superlotados, com péssimas estruturas físicas e com déficit de medicamentos e profissionais. Além disso, a categoria da saúde segue sem reajuste salarial há dez anos, e os trabalhadores são obrigados a conviver com a sobrecarga de trabalho e a insalubridade nas unidades, com a falta de materiais de higiene, medicamentos, macas e leitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário