quarta-feira, 10 de abril de 2019

Rogério Caboclo assume a presidência da CBF prometendo independência


Depois de mais de um ano como presidente de fato, Rogério Caboclo assumiu oficialmente na tarde desta terça-feira o comando do futebol brasileiro. Prometendo “total independência”, o paulista foi empossado novo presidente da CBF para um mandato de quatro anos. Em 2023, poderá tentar a reeleição.
Eleito em abril do ano passado após articulação de Marco Polo Del Nero, banido do futebol pela Fifa, Caboclo procurou nesta terça-feira mostrar isenção. “Quero deixar claro minha total independência, dentro dos limites estatutários, para fazer tudo aquilo que eu acredito”, afirmou o novo presidente da CBF, durante o discurso de posse. “Não vou tolerar nenhuma prática duvidosa”.
Reconhecendo o “forte desgaste” que a CBF passou nos últimos anos – um ex-presidente está preso nos Estados Unidos e outros dois não deixam o País receosos de terem o mesmo destino -, Caboclo disse que quer mudar o jogo. Segundo ele, sua gestão será baseada “em dois pilares, o da integridade e da eficiência”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário