segunda-feira, 8 de abril de 2019

Juiz eleitoral mantém quebra de sigilo de contratada da campanha de Fátima


O juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Wlademir Capistrano, negou mandado de segurança, com pedido de liminar, à empresa Brasil de Todos Comunicação Ltda contra decisão que determinou a quebra de seu sigilo bancário e dos seus sócios, Camilo Nóbrega Toscano e Roberto de Souza Campos Cosso em relação ao período de 1º de agosto a 30 de dezembro de 2018, quando prestou serviços à então campanha da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT).
Wlademir Capistrano diz em sua decisão, na tarde desta segunda-feira (8), que “estando devidamente fundamentada a decisão que deferiu a quebra do sigilo bancário dos Impetrantes e evidenciado interesse público no esclarecimento dos fatos, não há falar em manifesta ilegalidade na contrariada que reclamem a concessão da ordem na via mandamental”.
Capistrano determinou que o indeferimento da liminar fosse comunicada com urgência à autoridade tida como coatora, o juiz Ricardo Tinoco de Góes e também ao representante do Ministério Público Eleitoral (MPE) para a emissão de parecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário