sábado, 13 de abril de 2019

Cem dias no Governo Cidadão: integração entre secretarias e resolução de entraves


Os primeiros 100 dias de Governo no Rio Grande do Norte foram dedicados a arrumar a casa. No Projeto Governo Cidadão, isso também aconteceu. Entender o projeto como uma ação estratégica de Estado, integrar e articular o trabalho com as secretarias envolvidas e destravar problemas na execução dos contratos foram prioridades do coordenador e secretário de Gestão de Projetos e Articulação Institucional, Fernando Mineiro. Os resultados puderam ser vistos de perto pelo Banco Mundial na missão que se encerrou nesta sexta-feira (12).
“A participação efetiva do governo, a articulação e integração de todas as secretarias envolvidas direta e indiretamente estão fazendo a diferença. Essa participação do Governo do Estado mostra o compromisso que a gestão tem com o projeto, de levar os investimentos ao maior beneficiário que é a população”, elogiou a gerente do projeto no Banco Mundial, Fátima Amazonas, no encerramento da missão.
A primeira medida tomada pelo secretário foi mudar a concepção que se tinha de que o projeto era algo isolado. “Esta é uma iniciativa de Estado e não de um governo. A gestão da professora Fátima abraçou o projeto desde o primeiro momento, quando recém-eleita foi até Brasília solicitar a prorrogação do prazo do acordo de empréstimo. Assim teremos mais 22 meses para realizar os investimentos que o Rio Grande do Norte precisa”, pontuou Mineiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário